Ir à Edimburgo em novembro

Ir à Edimburgo em novembro

Muitas pessoas tem dúvidas sobre a época para visitar a Escócia, e vários turistas que já visitaram o país desaconselham o inverno (ou pré inverno), seja por causa das temperaturas baixas, dos dias que terminam mais cedo ou de atrações que podem ficar comprometidas pelo mau tempo. Nós fomos na baixa temporada, finzinho de novembro e de outono, com o pézinho já no inverno, e posso dizer que ir para a Edimburgo em novembro foi a melhor escolha que poderíamos ter feito, e vou explicar o porquê.

edimburgo edimburgo, viagem para edinburgo viagem para edinburgo, escócia escócia, viagem para escócia viagem para escócia, Edinburgh Christmas Market Edinburgh Christmas Market, mercado de natal de edimburgo mercado de natal de edimburgo, expresso jaconine expresso jaconine, expresso hogwards expresso hogwards, expresso jacobine harry potter expresso jacobine harry potter, terras altas terras altas, terras altas escócia terras altas escócia, highlands highlands, highlands escócia highlands escócia

Edinburgh Christmas Market – O mercado natalino de Edimburgo

A data foi pessoal pra nós, já que eu faço aniversário dia 25 de novembro. Só depois dela fechada é que eu fui pesquisar sobre os eventos que aconteceriam em Edimburgo nessa época, porque é baixa temporada, então não sabia o que poderia encontrar. Para a minha surpresa e alegria, eu soube que chegaríamos quando a Edinburgh Christmas Market seria recém aberta! É uma feirinha natalina bem no centro de Edimburgo, e foi um dos lugares mais incríveis que nós visitamos na Escócia!

edimburgo edimburgo, viagem para edinburgo viagem para edinburgo, escócia escócia, viagem para escócia viagem para escócia, Edinburgh Christmas Market Edinburgh Christmas Market, mercado de natal de edimburgo mercado de natal de edimburgo, expresso jaconine expresso jaconine, expresso hogwards expresso hogwards, expresso jacobine harry potter expresso jacobine harry potter, terras altas terras altas, terras altas escócia terras altas escócia, highlands highlands, highlands escócia highlands escócia

Bom, a palavra “feirinha” não faz jus. É uma roda gigante enorme, carrossel de dois andares, outro comum, entre vários outros brinquedos para crianças e adultos. O mais famoso é o Star Flyer. É uma espécie do antigo “chapéu mexicano” do Playcenter, mas lá no alto! Eu não sei quantos metros tem de altura, mas chega basicamente à torre da Igreja, pelas fotos dá pra ter uma noção. Não tive coragem de ir, não só pela altura, mas por imaginar o frio de rachar que devia estar fazendo lá em cima, mas parece sensacional e faz muito sucesso, nunca ficava vazio!

Além dos brinquedos, tem várias barraquinhas de tudo: comida, bebida, artesanato, suvenires, queijos artesanais e artigos decorativos em geral. O clima lá é mágico! Toca uma musiquinha natalina baixa e discreta ao fundo, as luzes brilhantes, a decoração de natal… Tudo dá aquele clima de filme de natal da infância! Só gente feliz e encapotada para o frio andando pra lá e pra cá, um ambiente muito diferente, um encanto mesmo.

O frio

edimburgo edimburgo, viagem para edinburgo viagem para edinburgo, escócia escócia, viagem para escócia viagem para escócia, Edinburgh Christmas Market Edinburgh Christmas Market, mercado de natal de edimburgo mercado de natal de edimburgo, expresso jaconine expresso jaconine, expresso hogwards expresso hogwards, expresso jacobine harry potter expresso jacobine harry potter, terras altas terras altas, terras altas escócia terras altas escócia, highlands highlands, highlands escócia highlands escócia

Sim, faz bastante frio! Não é nada insuportável, caso você vá preparado com um bom casaco, bons pares de meias, luvas e protetor de orelhas. Em algumas noites, eu saí só com uma blusa de moletom, sem o sobretudo, em outras precisei me encasacar um pouco mais… mas nada desesperador, dá pra encarar o frio numa boa!

edimburgo edimburgo, viagem para edinburgo viagem para edinburgo, escócia escócia, viagem para escócia viagem para escócia, Edinburgh Christmas Market Edinburgh Christmas Market, mercado de natal de edimburgo mercado de natal de edimburgo, expresso jaconine expresso jaconine, expresso hogwards expresso hogwards, expresso jacobine harry potter expresso jacobine harry potter, terras altas terras altas, terras altas escócia terras altas escócia, highlands highlands, highlands escócia highlands escócia

Dias que encerram mais cedo

Verdade. Quatro e meia da tarde já começava a escurecer, mas isso não foi um problema para nós. A única diferença era o dia escuro, porque os estabelecimentos funcionavam normalmente, então dava pra aproveitar igualmente. É claro que se a escolha for uma atração com a vista belíssima pra ver e registrar em fotos, é bom programar esse passeio para mais cedo, mas isso já é de praxe em qualquer época do ano, então essa questão não influenciou negativamente a nossa viagem.

Atrações que não funcionam em Edimburgo em novembro

Sim, nós lemos que acontece bastante, e inclusive o Expresso Jacobite, o famoso Expresso Hogwarts da série de filmes Harry Potter, nas Terras Altas, não funciona regularmente nessa época do ano (ou não estava funcionando em 2016). O tour que fizemos pelas Highlands, até onde ficamos sabendo, também corria o risco de ser remarcado, caso houvesse uma chuva forte, mas não aconteceu e não pareceu acontecer regularmente! Pode ter sido apenas a nossa experiência, de repente pra outro tipo de turismo o tempo frio faça a diferença, mas pra nós foi bem tranquilo.

Por esses e vários outros motivos listados, não só não nos arrependemos de escolher essa época, como optaríamos por ela outra vez em um retorno, só pra poder andar de novo pelas ruas iluminadas de Natal. Além do mais, é gostoso entrar em um restaurante quentinho e tomar um latte ou pedir algo quentinho naquele frio.

edimburgo edimburgo, viagem para edinburgo viagem para edinburgo, escócia escócia, viagem para escócia viagem para escócia, Edinburgh Christmas Market Edinburgh Christmas Market, mercado de natal de edimburgo mercado de natal de edimburgo, expresso jaconine expresso jaconine, expresso hogwards expresso hogwards, expresso jacobine harry potter expresso jacobine harry potter, terras altas terras altas, terras altas escócia terras altas escócia, highlands highlands, highlands escócia highlands escócia

Boa viagem!!

Minha experiência na temida imigração em Londres – Heathrow

Minha experiência na temida imigração em Londres – Heathrow

Já com as passagens para Edimburgo, pesquisando pela Internet, descobri que para a entrada no Reino Unido faríamos a imigração em Londres, na nossa conexão, como é de praxe acontecer em voos com conexão por lá. Não adianta estar vindo de outro país europeu, será necessário passar pela imigração novamente.

Os documentos apresentados

imigração em londres, imigração em heathrow, imigração no reino unido, imigração londres

Foi aí que começou a minha preocupação com todas as histórias horríveis de brasileiros sendo barrados na imigração de Londres, mandados de volta para o Brasil com as férias frustradas e um prejuízo financeiro enorme. Reuni todos os documentos possíveis que eram aconselhados para evitar que isso acontecesse, tudo o que comprovava os nossos vínculos com o Brasil e a nossa intenção de voltar:

  • Declaração da Universidade e de microempreendedor
  • Fatura de cartão de crédito
  • Certidão de casamento
  • Todos os comprovantes de hotéis que ficaríamos e passeios que faríamos
  • Passagens de volta para o Brasil, é claro.

Colocamos tudo dentro da falada “pastinha” e entramos no avião em Guarulhos, rumo a Heathrow!

imigração em londres, imigração em heathrow, imigração no reino unido, imigração londres

O Landing Card

Já no avião, nos entregam o Landing Card, um cartão onde registramos as informações da nossa viagem: tempo de permanência, endereço onde vamos ficar, ocupação no Brasil. Na imigração, o agente solicitará o Landing Card junto com o passaporte, mas ainda assim poderá repetir as perguntas já respondidas no cartão.

A imigração em Londres

imigração em londres, imigração em heathrow, imigração no reino unido, imigração londres

Quando chegamos em Londres, havia dois caminhos a seguir: quem estava fazendo conexão para outros países, fora do Reino Unido, e precisavam só seguir o fluxo para a sala de embarque, e os que fariam a imigração em Londres, quem ficaria por lá ou estava em conexão para países dentro do Reino Unido, nosso caso. Fomos então para a fila da imigração. Como estava muito grande, e a nossa conexão era de menos de duas horas, e ainda tínhamos que passar pelo detector de metais, nós falamos com um dos oficiais, que nos colocou na fila preferencial.

Nessa fila, havia um oficial em treinamento, com outra oficial junto dele, orientando como ele deveria nos entrevistar. Talvez esse tenha sido o motivo de nos fazerem mais perguntas do que podem fazer, mas foi bem tranquilo, e vou tentar resumir em diálogo como foi essa entrevista.

– Qual é o propósito da sua viagem?
– Turismo.
– Ok, quantos dias vocês ficarão no Reino Unido?
– Sete.
– Posso ver a reserva dos hotéis?
– Claro.
– Certo – confere as reservas – E o que vocês pretendem visitar?
– O Castelo, as Highlands, Glasgow…
– Ok. O que vocês fazem no Brasil?

Explicamos basicamente a ocupação de trabalho e estudo de cada um. Ele não pediu para ver o meu comprovante de faculdade, nem a conta de microempreendedor. No fim, perguntou quanto dinheiro estávamos levando, e dissemos a quantia em cash e o cartão de crédito internacional. Ele não pediu para ver nenhum dos dois, mas pode acontecer, e é comum acontecer, então jamais, sob qualquer hipótese minta!

Passaporte carimbado

E foi isso! Depois da pergunta sobre o dinheiro, ele pegou o carimbo e tirou um caminhão das minhas costas pessimistas. Lá estava o nosso passaporte carimbado com um visto de seis meses para entrar no Reino Unido!

imigração em londres, imigração em heathrow, imigração no reino unido, imigração londres

A entrevista pode ter parecido meio longa, mas foi muito tranquila. Eles foram super simpáticos, e a oficial que estava auxiliando o nosso entrevistador ainda bateu um papinho rápido com a gente. Não foi intimidador, nem nada. Pode ter sido sorte, já que tem várias histórias sobre entrevistadores sérios e carrancudos, além dos relatos sobre a temida salinha. Mas para quem está viajando com tudo certo, o risco é mínimo!

Os documentos exigidos são poucos, mas é bom sempre levar a mais, porque eles podem pedir pra ver, e se você não tiver, pode perder a chance de passar mais rapidamente. Então, tenha em mente: leve tudo que comprove o seu vínculo com o Brasil, seja carta do chefe, holerith, escritura de imóvel, declaração de que está cursando uma Universidade. Também leve comprovantes de todos os programas turísticos que fará: Passagens de trem ou avião entre os países, ingressos para museus, shows ou atrações em geral, além das reservas em hotel.

Boa sorte e boa viagem!

Crepes e Waffles: Um presente da Colômbia

Crepes e Waffles: Um presente da Colômbia

Crepes e Waffles: Um presente da Colômbia

Nossa passagem pela Colômbia foi de um dia. Por uma alteração no horário do nosso voo que sairia de Bogotá para Curaçao, tivemos que embarcar um dia antes do previsto para Bogotá para conseguir estar lá nas datas planejadas, já que as diárias estavam pagas.

Nós topamos e achamos bacana a ideia de conhecer tão brevemente outro lugar, mas não havia pesquisado nada sobre Bogotá, já que a nossa conexão era apenas de duas horas anteriormente.

Crepes e Waffles

bogotá, colombia, crepes e waffles, crepes e waffles bogotá, viagem para bogotá

Quando comecei a pesquisar os blogs que falavam da capital colombiana, uma das primeiras coisas que eu encontrei foi essa dica: Coma no Crepes e Waffles. Está certo, tem em mais lugares, e vi que tem aqui no Brasil também, mas na época eu nunca havia provado. Passou batido. Quando chegamos no aeroporto de Bogotá, antes de sair, fomos dar uma volta e procurar algum lugar para carregar o celular. Eis que nos deparamos com uma franquia da Crepes e Waffles ali mesmo!

Estava LOTADO! Pensamos que podia custar muito caro por se tratar de um restaurante no aeroporto, mas o preço estava totalmente OK. Deve ser tabelado mesmo.

bogotá, colombia, crepes e waffles, crepes e waffles bogotá, viagem para bogotá

Infelizmente eu não consigo me lembrar o nome do sabor do crepe que eu pedi, mas acho que era de novilho. Era DIVINO! O crepe vinha todo em molho, com pedaços de carne, como se fosse uma sopa. O clima estava bastante frio e caiu muito bem. O Rafa pediu um de presunto, queijo e ovo, e também achou sensacional. O dele era sequinho mesmo.

Apesar de lotado, o atendimento no Crepes e Waffles foi bastante rápido, e já fomos para o hotel alimentados, o que otimizou muito o nosso tempo, que era pouco.

Curaçao: Estreando no Caribe

Curaçao: Estreando no Caribe

Estreando no Caribe com Curaçao tivemos uma experiência inesquecível!

Quando se ouve falar em Caribe, a maior parte das pessoas atualmente imagina logo Cancun, no México. Esse badalado destino é realmente lindo, mas existem muitos outros paraísos banhados pelo mar do Caribe menos falados e que merecem ser visitados. Nesse post vou falar de um desses lugares, o que nós visitamos: Curaçao.

Como escolhemos Curaçao?

A história de como fomos parar em Curaçao é confusa. Primeiro, havíamos visto uma promoção de passagens aéreas para Punta Cana. Porém, estava muito em cima, e não daria tempo de retirarmos o passaporte (estávamos sem). Não compramos por esse motivo, mas ficou aquela dorzinha no coração, rs.

Por curiosidade, começamos a pesquisar vários outros destinos nesse estilo, procurando algum que não precisasse de passaporte, como Cartagena, na Colômbia. E foi aí que acabamos encontrando Curaçao, um destino para o qual também se precisa de passaporte, mas aí foi encantamento a primeira vista.

Passagens aéreas

As passagens aéreas saíam frequentemente entre 440 e 500 dólares por pessoa, ida e volta, saindo do Rio de Janeiro. Encontramos um dos melhores valores com uma data possível, com bastante antecedência para a retirada do passaporte. Assim começou a se desenhar essa viagem.

Nós optamos por viajar em abril, na data em que o Rafa faria aniversário. Em Curaçao faz sol o ano inteiro e tem um baixo período em que pode chover, mas abril é uma excelente época para pegar um sol lindo que deixa o mar naquele azul que todo mundo espera encontrar.

Curaçao é uma ilha que pertence às Antilhas Holandesas. O idioma oficial é o holandês e o papiamento, que é uma língua super interessante, nascida de várias outras línguas. Também se fala o inglês, e nos hotéis você se arranja com um portunhol.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

As conexões para Curaçao dependem muito da companhia aérea. A Avianca para em Bogotá e a Copa no Panamá.
Em questão de hospedagem, vai de acordo com o gosto e o bolso do viajante, mas uma dica é unânime: alugue um carro! As praias são super distantes da região central, e os táxis são caríssimos!!! Do aeroporto até o hotel, o táxi fechado saía por 40 dólares, não tinha taxímetro. Saiu caro porque fomos em época de dólar nas alturas, pra mais de R$3,00. Uma outra dica é verificar se o seu hotel oferece transfer do aeroporto até o hotel.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Vista aérea da chegada a Curação.

Hotel Sunscape Curaçao, All Inclusive

Ficamos hospedados em um dos resorts All Inclusive da ilha, o Sunscape Curaçao Resort, Spa & Casino. Não é um hotel barato, mas vale cada centavo! Comer em Curaçao é caro, a menos que se apele para o fast food, se ficar em região mais central. O All Inclusive faz toda a diferença, e a comida é muito boa. O café da manhã é bem farto e o hóspede pode se servir mais de uma vez. O almoço é no mesmo restaurante do café, e é estilo self service. Não é cheio de opções, mas a comida é boa.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Refeições nos restaurantes do hotel Sunscape.

Há petiscos a partir das 11 da manhã em qualquer horário, hambúrgueres, hot dog, frango frito e fritas. No jantar, abre novamente o restaurante do almoço e mais quatro restaurantes temáticos: um japonês (que de japonês tem pouco, está mais para asiático, mas é bom), um steak, um italiano e um de frutos do mar. Provamos todos e são excelentes, os pratos são bem servidos e gostosos, o que não acontece tanto em sistemas All Inclusive. O Steak foi o nosso preferido. Além disso, o hotel é enorme, tem o quarto grande e super limpo, piscinas ótimas e uma praia particular lindíssima, mesmo sendo artificial.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Praia do hotel Suscape.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Final da tarde no hotel Sunscape.

Atividades para os hospedes

O hotel Suscape oferece ainda uma infinidade de atividades para todos os públicos, desde o público infantil até para os adultos. Essa atividades incluem um aula de papiamento, volei na piscina, dança (por sinal, a primeira música que ouvimos na atividade de dança foi “Ai se eu te pego”!), além dos equipamentos de snooker, caiaque e stand up paddle, que os hospedes podem utilizar sem custo.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

A cozinha da ilha é bastante cosmopolita, tem influências de diversos lugares, e por se tratar de uma ilha, obviamente, se encontra muitos frutos do mar.

As praias de Curaçao

Falando nas praias de Curaçao fica difícil escolher uma mais linda, mas nós escolhemos. Ela se chama Kenepa Grandi (ou Gandi)! Foi a primeira praia que nós visitamos, sem ser a do hotel, e a sua beleza impressionou logo de cara, pelo mirante. Ela é uma praia pública, ou seja, não se paga para entrar. Tem uma cara de paraíso deserto, ao menos quando fomos estava bem vazia, e a sua estrutura não é tão boa quanto algumas praias pagas, mas isso dá um ar de praia selvagem que contribui para a beleza do lugar. A cor da água parece uma pintura, e ela é uma delícia! Temperatura gostosa, sem ondas.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Praia de Kenepa Grandi

Cas Abao e Port Marie também são praias lindíssimas. São pagas, mas contam com uma estrutura bacana para descansar, com restaurante e cadeiras. Port Marie tem um píer bacana para se tirar foto também. Visitamos também a Kenepa Chiki e a Lagoon, que também são lindas, mas tem menos destaque diante das primeiras três citadas. Há também Klein Curaçao, uma praia linda onde só se chega através de passeio de barco, e nesse mar se pode facilmente encontrar tartarugas marinhas.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Praia de Port Marie.

O hotel Veneto e o Centro de Curaçao

Nos nossos dois últimos dias em Curaçao, saímos do hotel Sunscape e fomos nos hospedar na região central, para conhecer um pouco dessa parte cidade em Curaçao. Escolhemos o hotel Veneto, que também tem uma praia particular, e apesar de bem mais simples que a praia do Sunscape, também é bonita.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Praia do hotel Veneto.

O hotel Veneto não tem sistema all inclusive, mas está ao lado do centro, dá para ir caminhando, então nos resolvíamos facilmente com um Subway ou um Mc Donald’s, assim conseguímos uma alimentação mais barata, hahahaha. Além do mais, o Subway de Curaçao tem o sanduíche Seafood sensation, de frutos do mar, feito com carangueijo e frutos da estação.

UPDATE: O hotel Veneto agora se chama Holiday Beach Resort and Casino.

curaçao, curacao, viagem para curaçao, caribe, curaçao caribe, antilhas holandesas, hotel suscape, hotel veneto, hoteis em curaçao, hospedagem em curaçao, all inclusive em curaçao, hoteis all inclusive em curaçao, promoção de passagens aéreas, passagens aéreas, praias de curaçao, kenepa grandi, kenepa gandi, cas abao, port marie, kenepa chiki, lagoon, klein curaçao

Essa região é boa para comprar lembrancinhas ou fazer compras maiores, para quem procura. É onde se encontram as lojas de grife e produtos eletrônicos com preço muito bom em relação ao Brasil. Nós compramos só lembrancinhas mesmo, e tem muita coisa linda para se trazer! Claro que uma garrafa do licor Curaçao Blue não pode faltar. Encontrei também em uma lojinha super pequena uma bolsa artesanal maravilhosa que uso até hoje.

Enfim, Curaçao é um lugar lindo, de paisagens inacreditáveis e ares maravilhosos. Vale a pena se visitar. Acho que no mínimo 5 dias para aproveitar tudo: um dia para conhecer as praias, de carro, um para fazer o passeio de Klein Curaçao, uns dois dias para passear em Punda e toda a região central e um para ficar curtindo o hotel o dia todo.

Puerto Iguazu – Conhecendo um Pedacinho da Argentina

Puerto Iguazu – Conhecendo um Pedacinho da Argentina

Puerto Iguazu é uma cidade argentina que faz parte da Tríplice Fronteira. Ela faz divisa com a nossa cidade paranaense, Foz do Iguaçu. Estando em Foz, é bem fácil ir até Puerto Iguazu, existem linhas de ônibus regulares. Porém, existe uma burocracia maior do que para ir ao Paraguai estando em Foz, por exemplo.

Como chegar?

Para entrar em Puerto Iguazu, seja de ônibus, táxi, carro alugado ou van de passeio, é necessário ter um documento em bom estado com foto, podendo ser ele o RG, passaporte ou CNH. Você desce do seu veículo, passa pela imigração, entrega o seu documento e ali eles te perguntarão o que você vai fazer na Argentina e quando volta. É bem simples.

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

Rua com várias lojinhas de temperos e artesanatos.

Feirinha de Puerto Iguazu

Depois de seguir viagem, geralmente se vai até a área da feirinha, onde se vendem coisas típicas argentinas como salame, queijo, azeitonas, vinhos e alfajores. É recomendado ir de noite, aliás, a maior parte das coisas de Puerto Iguazu ficam fechadas durante várias horas do dia.

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

Azeitonas recheadas de vários sabores.

A feirinha é pequena, mas você com certeza vai passar umas horinhas ali, especialmente se estiver indo pela primeira vez. As pessoas são simpáticas, te explicam exatamente o que estão vendendo, e tem muita variedade. Eles permitem que você prove as azeitonas e algumas frutas em conserva. Você acaba parando em barraca por barraca, apesar de todas terem basicamente as mesmas coisas. Dali eu sempre trazia doce de leite Poncho Negro e Salamandra, os melhores que já provei. Os alfajores da Havanna são vendidos a preço bom ali também.

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

Na própria feirinha há opções de alimentação, com empanadas e carnes, mas se o assunto é comer em Puerto Iguazu, eu recomendo fortemente uma parada no tradicional La Vaca Enamorada. Esse restaurante é pequenininho, e tem um motivo: os próprios donos que atendem, e fazem questão disso. Por esse motivo, eles não colocaram no restaurante mais mesas do que fossem capazes de servir bem. Trata-se de um casal adorável, Alberto e Lili, dois argentinos que viveram durante anos na Itália, e trouxeram de lá receitas maravilhosas de massas. Um dos pratos que mais faz sucesso no La Vaca Enamorada é, inclusive, o nhoque ao molho vermelho. Tudo é muito fresco e gostoso, e o Alberto vai até a mesa conversar com o cliente e explicar todo o menu, na maior simpatia e paciência.

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

O famoso Nhoque do restaurante La Vaca Enamorada

Passear pelas ruas de Puerto Iguazu é incrível. São várias lojinhas de artesanatos, sorveterias, lojas de roupas feitas com diversos tecidos e restaurantes. Por isso sempre digo, se estiver em Foz do Iguaçu, eu acho que é necessário mais de uma ida à Argentina, se quiser conhecer todos os melhores atrativos.

Tem as cataratas e muita gente diz que são mais belas do que as do lado brasileiro, mas apesar de já ter ido inúmeras vezes, eu nunca as conheci. A minha imagem das cataratas são as brasileiras ainda. Em uma outra oportunidade, quem sabe. 🙂

Duty Free e Casino

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

Duty Free

Para quem gosta de compras de importados, tem a Duty Free, bem antes da aduana, mas já em território argentino. Vale a visita, nem que seja só para conhecer. Após fazer a travessia, tem o Casino Iguazu, que é enorme. Eu achei divertido conhecer e brincar em algumas maquininhas, o ambiente é divertido, mas só. Acho meio cansativo se for para passar mais do que duas horas. Estando em Foz, o Casino Iguazu oferece translado gratuito que passa por alguns hotéis, e mesmo não estando hospedado nesses hotéis você pode agendar sua ida e volta nesse translado, tendo apenas que se deslocar até o hotel escolhido.

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

O bar de gelo

O IceBar Iguazu também é uma opção muito divertida e rápida para quem vai. Trata-se de um bar todo feito de gelo, onde as pessoas entram para ficar exatos 30 minutos, com um casaco especial fornecido no lugar. Durante esses 30 minutos, é open bar. É servido de tudo, drinks especiais, whisky, água, refrigerante. Toca música alta o tempo todo e por mais que pareça pouco tempo, nos últimos minutos você não vê a hora de sair daquele frio.

Puerto Iguazu, argentina, viagem, viagens, viagem puerto iguazu, duty free, casino iguazu, la vaca enamorada, restaurante la vaca enamorada, bar de gelo, bar de gelo puerto iguazu, icebar, icebar puerto iguazu

IceBar e seu sofá de gelo.

Enfim, por mais que a maioria dos brasileiros que visitam Puerto Iguazu, só o façam por estarem ao lado, é uma experiência inesquecível. Apesar de ser tão pertinho atravessar entre um país e outro, você realmente sente que está na Argentina. A cultura é muito presente, especialmente na área da feirinha típica. Vá sem medo!

Mas muita atenção: se o documento não estiver em bom estado, eles barram! Então se certifique de levar um RG bastante legível, caso não tenha passaporte.

Acapulco e o Hotel do Chaves

Acapulco e o Hotel do Chaves

Iniciando o Malas e Milhas, que é um plano no qual já pensávamos há algum tempo, trazemos como postagem inaugural um relato de viagem, uma das experiências mais incríveis que já vivemos: nossa viagem para Acapulco na qual ficamos no hotel do Chaves!

Por que Acapulco?

Nós estávamos decididos a visitar a Cidade do México e algum lugar do litoral, mas não queríamos exatamente Cancun. Não que tenhamos ressalvas com a cidade, mas além dela ser mais cara, é muito turística, e pensávamos em uma coisa mais “México”. Começamos a ver Los Cabos, que nos atraiu logo de cara, mas aí então veio a ideia: Por que não Acapulco? A lendária cidade onde a Vila do Chaves toda se divertiu? Ficamos super empolgados com a ideia, mas logo pensamos “vai ser caro”. Tivemos uma grata surpresa quando vimos que era o mesmo valor do trecho em Los Cabos, e melhor, o hotel do Chaves com valor acessível. Vou chegar lá…

Viajaríamos de Copa Airlines do Rio de Janeiro até a Cidade do México, e após alguns dias lá, a Aeromar nos levaria até Acapulco.

Documentos necessários

Não precisa de visto para entrar no México, basta ter o seu passaporte faltando mais de seis meses para vencer. No avião, o comissário entrega um documento de entrada para ser preenchido e entregue na imigração.

Da Cidade do México à Acapulco

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

Pequeno avião da Aeromar da Cidade do México para Acapulco.

O avião da Aeromar era um teco teco super pequenininho. Parecia um ônibus! Estava com poucos passageiros também, éramos nós dois e mais 14 pessoas. Chacoalhou pra subir, mas depois estabilizou e fomos tranquilos até lá, um pouco menos de uma horinha de voo.

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

Aeroporto Internacional de Acapulco.

Taxi

Quando chegamos no aeroporto, veio o susto: o valor dos táxis. Para irmos até o Hotel Emporio Acapulco, hotel que hospedou o nosso querido Chaves, gastaríamos 400 pesos. Como não queríamos desembolsar tudo isso em uma só corrida, nos informamos e descobrimos que do lado de fora passavam algumas vans que iam para aquela região. Uma delas cobrou 7 pesos mexicanos por pessoa para nos deixar em um lugar mais próximo, onde pegamos um táxi por 150 pesos até lá. E valeu a pena para o tempo de trajeto, pois o aeroporto é bem afastado do centro da cidade.

Existem também táxis coletivos que passam nas ruas anunciando quantas vagas existem disponíveis no carro. Eles já vem com algum passageiro e cobram o valor de 14 pesos por passageiro. Pareceu interessante, mas não tivemos a experiência.

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

Imagem do Fusca retirada do episódio Aventuras em Acapulco do Chaves (esquerda) e uma foto que tiramos de um Fusca semelhante (direita).

O hotel do Chaves em Acapulco

Pois bem, em um dia de muito sol, finalmente chegamos ao Hotel Empório Acapulco, e foi aí que começou o sonho. Quem é fã de Chaves sabe bem o significado de visitar esse lugar mágico. Já na entrada, demos de cara com a porta giratória inesquecível, onde o Chaves se atrapalhou todo ao chegar.

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

A famosa porta giratória ainda está presente, mas agora mais moderna!

O quarto 1027

Eu havia enviado um e-mail fazendo esse pedido ao hotel com alguma antecedência, e apesar de não terem nos prometido nada, nos acomodaram gentilmente no quarto 1027, mesmo quarto onde Seu Barriga e Chaves se hospedaram. Quando abrimos a porta, a nostalgia se instalou por inteiro! É claro que muita coisa foi modernizada, mas tudo parecia o mesmo! As duas camas, a varanda de grades, a pedra no mar. Era como entrar dentro do episódio 🙂 .

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

Sacada do quarto 1027.

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

As piscinas

Na área das piscinas era também impossível não lembrar deles o tempo todo. Não tem mais o trampolim que aparece em Chapolin e Chaves, mas a piscina é familiar. Muitas coisas estão reformadas, mas ainda se reconhece bastante. Há também atualmente outras duas piscinas além dessa conhecida pelo episódio.

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

Piscina para adultos (esquerda) e piscina para todos (direita).

Nessas outras duas, apenas hóspedes com mais de 18 anos podem entrar. Achei isso interessante por um lado, porque eram piscinas bastante silenciosas, para quem quisesse descansar, ler um livro nas camas confortáveis que eles deixam ao redor, além de trabalhar, já que quase todas as áreas do hotel tem cobertura de rede WiFi sem custo adicional. O serviço do hotel é excelente, café da manhã maravilhoso e eles são muito atenciosos mesmo.

Lanches típicos do seriado

E veja o que encontramos por lá! O original sanduíche de presunto do Chavinho, que no México se chama “torta de jamón”. Para acompanhar, a água de tamarindo!

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

O verdadeiro Sanduíche de Presunto (esquerda) e uma água com sabor de Tamarindo (direita).

O hotel é muito bem localizado, em frente ao shopping Diana. Lá tem algumas opções de alimentação, como o Burger King e Applebee´s. Restaurantes ao redor não faltam, além disso. São várias lanchonetes onde vendem tacos baratos e gostosos, o sanduíche de presunto, entre outras comidas típicas do México. Vale muito provar!

viagens, viagem, blog de viagens, blog de viagem, viagem para acapulco, acapulco chaves, hotel do chaves, hotel em acapulco, hotel do chaves em acapulco, acapulco hotel do chaves, viajar para acapulco, chaves em acapluco

Praia em frente ao Hotel Empório Acapulco, onde foi gravado o clipe “Boa noite vizinhança”.

Pretendo fazer outra postagem sobre o que fazer em Acapulco. Esse é mais para quem pretende ir conhecer a cidade de Acapulco e se hospedar no hotel do Chaves. Fica a mensagem: Vale à pena! Muito mesmo! É um sonho de infância e uma experiência inesquecível.